Sapo n´agua


sapo

sapo

Qual é a sua relação diante de uma injustiça? Cruzar os braços? Ficar sentado enquanto ve a coisa desabar? Não tomar nenhuma atitude?

Com certeza não é a melhor atitude a se tomar.

Agora imaginem a minha reação, quando sofrende de Alienação Parental (SAP) fui condenado no tribunal a não poder ver meu filho?

Claro que minha reação não foi crizar os braços. No mesmo momento eu me retirei do tribunal e fui embora.

Mas a infeliz na juiza ainda mandou uma carta com obrigatoriedade para eu assinar, ainda dizendo que eu me exaltei no tribunal e que concordava em peder meus direitos de pai.

Minha vontade era rasgar aquela carta, mas talvez viesse outra carta, ou talvez minha mãe assinasse por mim. Fui obrigado a assinar a carta do diabo. E ficar como esse sapo diante da justiça cheia de injustiças. Onde estão meus direitos? Fazem agora dois anos que não vejo meu filho e não continuarei mais como esse sapo. Não sou origado e engolir esse sapo e nem meu filho a segurar esse sapo como o João roberto! Quem vai ter que ouvir sapo falar agora é a justiça!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s