Ligações Morficas


Ligação morfica

Ligação morfica

Todo o pai tem ligação mórfica com seu filho. Algumas mães tem ligações mórficas tão fortes que presentem quando seu filho esta em apuros. Interessante A Andresa querer fugir do pai do seu filho, assim como tantas outras mulheres pelo Brasil. Quanto mais ela se afastar, mais forte ficará minha ligação mórfica com ele. E mais fraca vai ficar minha ligação mórfica com ela. Todo filho tem necessidade de manter contato com o seu criador. Por isso é tão sofrido quando um pai ou um filho morre e a ligação mórfica é quebrada. O triste é essa mãe querer quebrar todas as ligações mórficas de um pai para um filho. Isso é muito cruel. Graças a ligação mórfica entre as pessoas, é possível ficar longe delas e não ficar triste, pois com a ligação pode-se sentir o espirito da pessoa como se estivesse perto, e isso trás felicidade. Por isso não fico sofrendo por causa disso. Se ela pensa que está me atingindo de alguma forma ela está muito enganada, pois eu sou uma pessoa muito feliz e realizada mentalmente e espiritualmente, graças as ligações mórficas. Sinto como se meu filho estivesse próximo, e quando sentir que a ligação estiver enfraquecendo, basta olhar para o chaveiro da minha chave com a foto do meu filho e a ligação mórfica é restabelecida e fortificada. Uma ligação mórfica só é rompida em caso de alguma traição imperdoável, e nesses casos algumas pessoas chegam ao ponto de suicídio ou até assassinato. Esse não é meu caso, porque meu filho não fez nada que eu não gostasse e eu também nunca fiz nada para ele, mesmo que sua mãe coloque minhocas na cabeça dele dizendo que tentei mata-lo e coisas do gênero. Meu filho pode até ficar triste e tentar se enganar a sí mesmo graças a sua mãe, mas no interior dele ele sabe que isso não é verdade porque ele me conheceu e conhece o pai dele. E com o tempo ele vai se aproximar de mim naturalmente. Claro, algumas pessoas podem não entender isso, mas um espirito pode tentar imitar outro espírito. Quando isso acontece, os espíritos ficam em sintonia e pode-se até ouvir a voz do outro espírito em sua mente algumas vezes. A Andresa retardada vai dizer que eu sou esquizofrênico ou coisa do gênero, mas eu não preciso ouvir o meu filho, quando posso sentir como se sua alma estivesse do meu lado sempre, assim como todo pai sente a alma de seu filho. E os psiquiatras não tem esse conhecimento sobre paranormalidades.

“Se me esqueceres, só uma cosia, esquece-me bem devagarinho.” Mario Quintana

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s