Já não canto essa canção


“Já não canto essa canção” – Miguel carneiro

Levaste-me me o futuro contigo
Como se eu fosse um passado qualquer
Levaste-me a estrada e o caminho
Onde eu me queria perder
Tivemos o tempo e os segredos
Tivemos o mundo na mao
Desafiamos os medos
Tivemos a mesma cançãoo
E eu levantei-me devagar
E a cada passo fui sentidnodo o chão
Libertei-me dessse abraço e aprendi a caminhar
E agora já não canto essa canção
Fomos a pele, na pele
Feitos de partes iguais
Mas neste quarto em silencio
Eu não já não te espero mais
Deixaste o mundo vazio
Atrás duma porta fechada
A mão cheia de sonhos
Outra mão cheia de nada
E eu levantei-me devagar
E a cada passo fui sentindo o chão
Libertei-me desses abraço e apredi a caminhar
E a agora já nao conto eesta canção
E eu levantei-me devagar
E a cada passo fui sentindo o chão
Libertei-me desse abraço e aprendi a caminhar
E agora já não canto esta canção
e agora…

Em homenagem ao meu filho alienado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s