Juiz americano manda mãe alienadora para prisão


Juiz americano manda mãe alienadora para prisão

New York State Unified Court SystemNew York State Unified Court System

O juiz Robert Ross da Nassau County Supreme Court (Nova York, EUA) condenou uma mãe que praticava alienação parental a seis finais de semana na cadeia.   O juiz fundamentou sua decisão com base no comportamento alienador crescente da mulher, que chegou ao ápice com a falsa denúncia de abuso sexual junto ao Child Protective Services (Serviço de Proteção à Criança).

Em um dos trechos da sentença, o juiz relata que a mãe chegou a punir e ameaçar os filhos quando estes demonstravam estarem satisfeitos em companhia do pai. Num episódio, castigou uma das crianças por ter tirado fotos com o pai. Outros comportamentos considerados graves pelo juiz:

1 – Mentiu sobre os direitos do pai na escola e nos serviços médicos.
2 – Exigia que as crianças dissessem que não queriam ver os pais.
3 – Xingava o pai na frente dos filhos.
4 – Acusou falsamente o pai de abuso sexual.
5 – Não melhorou o comportamento após as tentativas de conciliação.

Reconhecendo as inúmeras controvérsias acerca do uso do termo alienação parental, o Juiz Ross justificou sua decisão no que chamou na “deliberada intenção da mãe em impedir o acesso e convivência do pai em relação aos próprios filhos”.

Leia mais aqui (em inglês).

Um comentário sobre “Juiz americano manda mãe alienadora para prisão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s